Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



Maiatos trabalham menos 10 anos que Lisboetas para comprar casa

Maiatos trabalham menos 10 anos que Lisboetas para comprar casa

Salário médio mensal dos maiatos é de 1.176 euros. Para 100m2, são necessários apenas 5,8 anos de trabalho para pagar a casa. Preço m2 ronda os 954 euros.

Com o início do novo ano já bastante próximo, muitos portugueses começam a pensar em avançar para aquela que é umas das maiores decisões financeiras das suas vidas: comprar casa. Tendo isto em consideração, a plataforma de simulação gratuita de produtos financeiros "ComparaJá.pt" analisou quantos anos os habitantes de cada distrito necessitariam de trabalhar, tendo em conta o salário médio e o custo médio por m2 da sua região. Os resultados demonstram que no Porto serão necessários cerca de 10 anos de trabalho, menos 6 comparativamente à capital.


Na Maia

No concelho da Maia, estima-se que o preço médio por metro quadrado de um apartamento rondará os 954 euros, sendo o mais barato entre os "grandes". No entanto o salário médio anual é favorável aos maiatos, atingindo os 16.464 euros, apenas suplantado pelo Porto, mas onde os apartamentos custam quase o dobro. O estudo conclui que, cada maiato, precisa de apenas 5,8 anos de trabalho para pagar o imóvel, valor apenas suplantado pela Trofa.


Como é em Portugal

Na "tabela 1" é possível observar, para as 18 capitais de distrito que compõem Portugal Continental, e inclusive para o Funchal (Madeira), o valor de um apartamento de 100m2, bem como o valor do salário médio anual. Com base nestas duas variáveis, foi possível aferir quantos anos de trabalho seriam necessários até os habitantes de cada capital de distrito conseguirem comprar casa.


No distrito do Porto

Sendo que o distrito do Porto é composto por 18 municípios, a "tabela 2" indica os valores médios de um apartamento de 100m2, o salário médio anual e ainda o número de anos de trabalho necessários até se conseguir comprar casa em cada um dos municípios:

Dos municípios em análise, os habitantes do Porto são quem necessita de mais anos de trabalho para conseguir comprar casa. Segundo os dados recolhidos pela plataforma, são precisos aproximadamente 10 anos para comprar casa na capital de distrito.

Em todo o distrito, o município onde são necessários menos anos de produção é a Trofa. Os trofenses apenas têm que produzir durante 5,5 anos para adquirir uma casa nesse município. 

Comprar casa constitui-se, muito provavelmente, como o maior compromisso financeiro na vida de uma pessoa. Tem impacto não apenas na carteira, mas, na maior parte das vezes, é a componente que mais pesa no orçamento familiar.

Neste sentido, é imprescindível comparar ao máximo as diferentes ofertas de crédito à habitação disponíveis no mercado e fazer uma análise cuidada de todos os fatores: escolher entre taxa de juro fixa ou variável (esta última indexada à EURIBOR), qual o spread praticado pelo banco, as comissões associadas e ainda quanto é preciso dar de entrada.


Metodologia

Os dados utilizados para o desenvolvimento dos cálculos foram recolhidos através da PORDATA - Ganho médio mensal dos trabalhadores por conta de outrem, e IMOVIRTUAL - Estatísticas do Mercado Imobiliário. Quando não estavam disponíveis os preços por m2 para um apartamento, foram considerados os valores para uma moradia. Nos casos omissos na plataforma IMOVIRTUAL, utilizou-se como referência os dados disponibilizados pelo estudo PORDATA - Valores médios de avaliação bancária dos apartamentos por m2: total e por tipologia (média global). 


ComparaJá.pt

O "ComparaJá.pt" é uma plataforma online gratuita e independente de comparação e análise de produtos e serviços financeiros que oferece aos utilizadores a possibilidade de identificar e adquirir a solução mais adequada às suas necessidades, com poupanças significativas de tempo e dinheiro, de forma rápida e simples.

Com o objetivo de ajudar os consumidores portugueses a tomarem decisões informadas acerca dos diferentes aspetos da sua vida financeira, desde a aplicação de poupanças ou recurso ao crédito à gestão dos rendimentos mensais, a equipa do "ComparaJá.pt" desenvolve diariamente conteúdos informativos com livre acesso através do seu blog.

A plataforma do "ComparaJá.pt", desenvolvida com recurso a tecnologia avançada, permite comparar uma grande diversidade de opções financeiras através de filtros escolhidos pelo utilizador e, em menos de 30 segundos, apresentar as soluções mais vantajosas.

Com um portefólio atualizado diariamente, os produtos disponibilizados atualmente são os cartões de crédito, o crédito pessoal, o crédito à habitação e o seguro automóvel. Nos próximos meses, a atividade do "ComparaJá.pt" vai ser alargada aos restantes produtos da Banca, bem como aos setores dos Seguros, Telecomunicações e Energia.



Imagens

02-Dec-2016 às 17:33, Ana Sofia Silva

Escreva um comentário

Infineon prevê aumentar para 400 o número de postos de trabalho Infineon prevê aumentar para 400 o número de postos de trabalho

Novo espaço obrigou a um investimento de cerca de 600 mil€ em infraestruturas de rede.

Continuar a ler »