Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



«Decisão do governo não serve a população»

«Decisão do governo não serve a população»

PCP contra encerramento da CGD em Pedras Rubras.

As notícias que dão conta da decisão governamental de encerrar vários balcões da Caixa Geral de Depósitos em todo o país, nomeadamente a dependência de Pedras Rubras até ao final de Abril, para o PCP «devem merecer o repúdio dos seus clientes e de todos que querem a CGD ao serviço do povo e do país».
Os Comunistas defendem que «a CGD deverá permanecer sob o controlo público e ter uma Administração que reforce a sua presença em todo o território nacional, sendo necessária e urgente a sua recapitalização. Os planos de reestruturação devem produzir efeitos no sentido da alavancagem da economia nacional, não podendo servir de pretexto para o encerramento de balcões e despedimentos de trabalhadores, enfraquecendo o seu papel de banco público, para dessa forma defender os interesses da banca privada», dizem.
Conforme o Maiahoje noticiou, por proposta da CDU, foi aprovada por unanimidade na última reunião da Assembleia Municipal uma moção contra o previsto encerramento das agências de Pedras Rubras e na Ponte da Pedra. Perante a gravidade de mais este encerramento, a que se junta o taque a muitos outros serviços públicos nos últimos anos, o Grupo Parlamentar do PCP na Assembleia da República já confrontou o governo acerca desta matéria.
Para o PCP «sabendo que a CGD é a única dependência nesta freguesia, que tem um elevado número de clientes e de movimentos diários com grande importância para a população, sobretudo mais idosa, o PCP manifesta o seu total empenhamento na luta contra o encerramento das agências bancárias da CGD e a extinção de postos de trabalho, pelo que exorta a população a manifestar o seu repúdio por esta decisão».
26-Apr-2017 às 15:11, Ana Sofia Silva

Escreva um comentário