Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



MaiaHoje lidera maiatos em papel, online e redes sociais

MaiaHoje lidera maiatos em papel, online e redes sociais

Apesar de ser um mês da "silly season", com menos notícias, o Jornal Maiahoje continua a liderar destacado a Comunicação Social Maiata.

Os barómetros internacionais não mentem e segundo o jornalista/director, Artur Bacelar, o sucesso deve-se a ter «uma equipa especializada, com créditos firmados e jornalistas acreditados com carteiras profissionais.
O resultado são mais de 17 anos de factos, notícias indesmentíveis e que os leitores escolhem por sentirem confiança na fonte informativa. Muito importante também é o leque de cronistas, lideres de opinião, de todos os quadrantes, que se mantêm fiéis pela isenção que nos caracteriza.
Não estamos muito habituados a estar tão baixo nos Rankings, mas dada a época e em comparação com o ano passado, estamos a crescer. Já em Setembro, com mais notícias e a equipa a trabalhar em pleno, voltaremos a liderar a nível distrital, lugar que ocupamos anos seguidos», disse o director de informação.

Quanto aos outros OCS, Artur Bacelar não quer tecer comentários mas diz que «desde que fundamos o MaiaHoje que fazemos uma corrida solitária, sem olhar para os lados ou para trás. Nunca foi nossa preocupação observar onde estão os outros porque cada um tem o seu estilo e o seu público alvo, até porque na Maia há espaço para os actuais verdadeiros media. Preocupa-me, a título pessoal, como jornalista, quem não tem conhecimentos jornalísticos, é incapaz de desenvolver peças jornalísticas e mantêm fontes duvidosas. É mau para a profissão que as pessoas possam confundir os jornalistas com "opinion strikers"», disse.

O Jornal MaiaHoje tem ainda o seu canal de televisão, actualmente em testes, que poderá emitir regularmente já em 2018 «é uma aposta no multimédia, mas que requer um grande investimento que está a ser efectuado ao nosso ritmo, sem apoios estatais como o tem sido até agora. Inauguramos este verão o nosso primeiro estúdio, dotado da mais recente tecnologia, do qual daremos uma pequena amostra com as entrevistas para as eleições autárquicas. Recordo que este investimento, com servidores próprios, outros equipamentos e software de emissão já foi realizado há mais de 10 anos, sem que tenham conseguido tirar verdadeiramente partido do existente, funcionando como produção independente para outros OCS e eventos. No entanto a tecnologia evoluiu e estamos a actualizar todo o nosso parque de equipamentos e a fornecer formação técnica para utilizar os equipamentos que são de ponta», disse o director de informação a terminar.

23-Aug-2017 às 11:10, redacção

Escreva um comentário

Infineon prevê aumentar para 400 o número de postos de trabalho Infineon prevê aumentar para 400 o número de postos de trabalho

Novo espaço obrigou a um investimento de cerca de 600 mil€ em infraestruturas de rede.

Continuar a ler »