Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



Farfetch adjudica logística à Garland

Farfetch adjudica logística à Garland

Gigante mundial de e-commerce reúne mais de 400 marcas de moda de luxo e chega a clientes de cerca de 190 países.

Um ano após ter criado infraestruturas para responder ao desenvolvimento do comércio eletrónico, a Garland estima faturar 1 milhão de euros anuais nesta área de negócio. Este ano, empresa junta 1.000 m2 aos 6.000 m2 já exclusivamente dedicados à atividade e procura novos espaços

A Garland, uma das principais empresas de logística, transportes e navegação do país, com 241 anos, foi eleita pela Farfetch para assegurar a sua logística. Apenas um ano depois de ter criado infraestruturas específicas para o desenvolvimento deste negócio, a Garland conta já com 10 clientes na área do e-commerce, estimando uma faturação anual de 1 milhão de euros com origem nesse tipo de atividade. Estes serviços contemplam fundamentalmente preparação de encomendas à unidade, embalamento personalizado, gestão de stocks e expedição para o mundo inteiro.

A Farfetch, empresa global de e-commerce, fundada em 2008 pelo português José Neves, é uma plataforma que agrega mais de 400 marcas e lojas de moda de luxo e que chega a clientes de 190 países. Avaliada em mais de 1 bilião de US dólares, a Farfetch entregou recentemente à Garland a gestão da logística associada à sua atividade.

 

Dois centros logísticos na Maia ampliados

 

Apesar de contar com vários anos a desenvolver atividades subjacentes ao comércio eletrónico para os seus principais clientes, foi há cerca de um ano que a Garland decidiu entrar definitivamente neste negócio. Para tal, ampliou parte do seu segundo Centro Logístico da Maia, com o objetivo de prestar o melhor serviço com a tecnologia mais avançada. Arrancou então com uma área de 6.000 m2 exclusivamente dedicada à nova atividade e apenas um cliente, a UnCLOSET, uma plataforma onde se pode alugar carteiras de luxo a partir de qualquer ponto da Europa, que ocupava uma área limitada desse espaço.

Com o objetivo de vir a tornar-se a médio prazo num dos principais players neste mercado, a Garland vê as suas expectativas superadas. Com a área dedicada ao e-commerce completamente lotada, a empresa está, neste momento, a requalificar as instalações do seu primeiro Centro Logístico da Maia, contemplando uma área adicional de 1.000 m2 para as atividades logísticas do e-commerce.

«A entrada de um dos maiores players mundiais nesta área, como a Farfetch fez com que tenhamos elevado o nível de exigência dos nossos processos que, sendo apoiados

por sistemas de informação de última geração, estão plenamente à altura de satisfazer as necessidades deste tipo de negócio», afirma Ricardo Sousa Costa, administrador do Grupo Garland responsável pela área Logística.

Face ao crescimento exponencial verificado, a Garland está já à procura de novos espaços para desenvolver esta área, «já que temos em negociação outros potenciais clientes».

A tendência segue rumo a um crescimento cada vez mais significativo, pelo menos a julgar por dados que indicam uma cada vez maior apetência dos consumidores para comprar online. Segundo divulgou a Marktest em agosto, foram 4,52 milhões os portugueses que acederam a lojas online a partir dos seus computadores pessoais no segundo trimestre deste ano. O valor corresponde a um aumento de 3,7% face a igual período do ano anterior e representa 76,4% dos internautas em Portugal.

Criada em 1994, sendo a mais recente das áreas de negócio do Grupo Garland, a Logística é a que tem registado um maior impulso. Atualmente dispõe de centros logísticos na Abóboda (Cascais), Aveiro, Gaia, Maia (I e II), Marinha Grande e Mealhada.
12-Oct-2017 às 11:43, Ana Sofia Silva

Escreva um comentário

Fogos confinados já podem ser apagados em segundos Fogos confinados já podem ser apagados em segundos

Pequenos fogos já não precisam ser um problema. A revolucionária tecnologia tailandesa chegou a Portugal e, através de uma bola extintora, permite apagar incêndios confinados em segundos.

Continuar a ler »