Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



Fogos confinados já podem ser apagados em segundos

Fogos confinados já podem ser apagados em segundos

Pequenos fogos já não precisam ser um problema. A revolucionária tecnologia tailandesa chegou a Portugal e, através de uma bola extintora, permite apagar incêndios confinados em segundos.

A Elide Fire Extinguishing Ball pesa cerca de 1,3 quilos e é ativada em contacto com o fogo, levando entre três a dez segundos a explodir, extinguindo o incêndio por completo. O agente ativo é um pó químico composto por monofosfato de amónio que, ao atuar, não danifica os materiais nem prejudica o meio ambiente.

A inovadora técnica já foi implementada em cerca de 21 países. Chegou a Portugal pelas mãos de Luís Vieira que, por curiosidade, tentou, e com sucesso, chegou à fábrica mãe, na Tailândia, onde são fabricadas as Elide Fire. Após ter negociado a representação exclusiva em Portugal, o equipamento passou a ser comercializado no site oficial ou através das entidades parceiras, pelo custo unitário de 120 euros com iva incluído.

O equipamento foi idealizado para combater chamas num espaço confinado com a capacidade de atuar numa área de 8 a 10 m2. A vantagem passa por poder ser utilizado por qualquer pessoa, mostrando ser uma notável ajuda em casos de mobilidade reduzida. Luís Vieira, representante da Elide Fire Portugal, explica que o equipamento deve ser colocado nos potenciais focos de incêndio, sem que assim seja necessário atirar a bola, uma vez que «o fogo em contacto com  a mesma acaba por ativá-la». A sua forma foi pensada para ser de fácil utilização. Em caso de incêndio, em que a bola não esteja disposta num potencial foco, basta atirá-la e o fogo apaga-se me segundos. Surge, assim, como um complemento ativo e passivo do extintor, sem que seja necessária formação em extinção de fogos. «É de fácil utilização, não tem manutenção, não necessita de formação», diz Luís Vieira.

A Elide Fire tem uma validade de cinco anos sem manutenção, no entanto, ao fim deste tempo, Luís Vieira garante que o equipamento «pode não ter a mesma eficácia, mas trabalha». É um produto biodegradável que, após o seu término, pode ser enterrado e utilizado como fertilizante para as plantas.

A bola pode ser usada em quase todos os setores de atividade, desde a indústria, transportes, bibliotecas e arquivos, indústria farmacêutica, transportes públicos, escolas, oficinas, postos de abastecimento, centros de dados e servidores, equipamentos militares, estabelecimentos prisionais, armazenamento, hospitais, náutica, centros comerciais, retalho, hotelaria, restauração, entre outros.

 

Lusocargo procura conhecer tecnologia

No passado dia 26 de setembro, a transportadora portuguesa Lusocargo promoveu, nas suas instalações, uma demonstração da Elide Fire. Perceber como atuava e se seria eficaz implementar nos seus armazéns era o objetivo. Foi através da Formação Saraiva que a revolucionária tecnologia tailandesa chegou aos transitários. António Ribeiro, administrador da Lusocargo, acredita que o equipamento «é bastante mais seguro e eficaz» e que «o ataque automático ao incêndio pode ser muito interessante», explicando que «o objetivo é implementar os equipamentos nas instalações da empresa» porque «há uma preocupação, sobretudo, para com os clientes e com as cargas armazenadas».

 

Assistiram à demonstração os Bombeiros Voluntários de Moreira. A bola extintora não está apta no combate a fogos florestais, no entanto, Luís Vieira explica que está a ser estudado e projetado um equipamento capaz de dar resposta a essas necessidades. Pedro Santos, bombeiro de primeira dos Bombeiros Voluntário de Moreira da Maia, acredita que este equipamento poderá ser uma mais-valia por ser de «fácil manuseamento tanto para nós como para qualquer utilizador civil que não esteja formado na área de combate aos incêndios» e porque, apesar de ainda não ter a capacidade de combater fogos florestais, poderá ser uma grande ajuda no combate a fogos urbanos. 
12-Oct-2017 às 11:45, Ana Sofia Silva

Escreva um comentário

Farfetch adjudica logística à Garland Farfetch adjudica logística à Garland

Gigante mundial de e-commerce reúne mais de 400 marcas de moda de luxo e chega a clientes de cerca de 190 países.

Continuar a ler »