Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



LIGA: Boavista insuficiente para FC do Porto de recurso (0-1)

LIGA: Boavista insuficiente para FC do Porto de recurso (0-1)

O Boavista queria voltar aos bons resultados, enquanto o FC do Porto aparecia desfalcado de alguns dos titulares, e precisava de um vencer depois da derrota na Escócia, mas marcou cedo e acabou por impor o seu jogo, perante um Boavista incapaz de o c

De facto, ao contrário do que vinha sendo habitual o FC do Porto marcou cedo, numa insistência de Alex Telles, ganhando a segunda bola e rematando de pronto, cruzado, de for a da área, sem hipótese de defesa para Bracali. Com vantagem no marcador competia ao Boavista ir à procura do empate, e bem tentou, mas a muralha defensiva dos Dragões eteve sempre atenta e raramente lhe permitiu acesso à sua baliza, onde estava um jovem guardião, Diogo Costa, chamado à titularidade por castigo do clube a Marchesin, que estivera até altas horas numa festa em conjunto com Saravia, Luis Diaz e o anfitrião Uribe. Com esta chamada a titular tornou-se o sexto guarda-redes mais novo do FC do Porto, depois de Baía, Szabo, Rui, Américo, e Aníbal.

Se na primeira metade o Boavista ainda tentou abeirar-se algumas vezes da zona de perigo, na segunda parte, então foi-lhe quase impossível, o que não deixou de ser verdade para o FC do Porto, que também poucas vezes lá chegou e pouco perigo criou.

Em suma foi um jogo em que o Boavista apenas teve 40% de posse, e apesar de voluntarioso e emprenhado quase não  criou perigo ao FC do Porto que apanhando-se a vencer desde os 9 minutos foi fazendo a sua gestão do jogo e do resultado, e assim, vê alguma acalmia regressar às suas hostes depois da derrota no Rangers, que lhe pode compromete quase decisivamente a sua continuidade na Liga Europa. Pelo menos a nível interno, e para já, segue no encalço do rival Benfica, que já havia vencido na sua deslocação ao terreno do Santa Clara.

Imagens

11-Nov-2019 às 0:02, Francisco Bacelar

Escreva um comentário