Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



Final Four Allianz Cup: SC Braga vence final e adia “matança do borrego” dos Dragões

Final Four Allianz Cup: SC Braga vence final e adia “matança do borrego” dos Dragões

Noite fria na cidade dos arcebispos para a disputa da Allianz Cup entre Braga e FC do Porto, que sorriu aos primeiros no último lance da partida evitando assim a decisão por granxes penalidades.

Jogava-se a sétima final entre estes clubes no entanto se nos restringirmos a finais desta prova, só se encontraram uma vez com a vitória a sorrir aos Bracarenses em 2013 no Estádio Cidade de Coimbra, por 1-0.

Por outro lado ainda há 15 dias se haviam encontrado para a Liga, também aí com vitória dos comandos de Rúben Amorim, pelo que o jogo desta noite tinha um aliciante duplo, sabermos se essa vantagem tinha fruto do acaso, ou pelo contrário.

O jogo começou taco a taco, mas ao fim de 5 minutos o SC de Braga tomou conta do jogo, com mais pendor ofensivo e criação de algumas oportunidades, especialmente por Galeno sempre muito irrequieto e perigoso. De tal forma que o FC do Porto apenas lograva alguns contra ataques, sempre com as bolas a serem perdidas na fase final do terreno. Apenas nos últimos minutos logrou chegar perto do golo, primeiro por Corona com excelente intervenção de Matheus, e logo a seguir por Soares que quis ser mais papista que o Papa e rematou à boca da baliza com excesso de força fazendo a bola bater na trave com violência, sem contudo entrar. Desta forma chegava o intervalo com o nulo no marcador, e a sensação de justiça no resultado, embora nos pareça que pelas oportunidades criadas, um empate com golos seria mais justo.

Na segunda parte, perante 23794 pessoas nas bancadas, assistiu-se a um jogo mais lento de parte a parte, com lançamentos de profundidade e algumas oportunidades sem grande expressão, começando a dado momento a pensar-se que o resultado seria decidido nas grandes penalidades, no entanto não foi preciso chegar lá, pois aos 90 m Rául Silva, de cabeça ameaçou e levou a bola à barra, e aos 95m Raúl Horta marcou mesmo, naquele que seria o último lance do jogo, pois no recomeço após os exuberantes festejos da equipa bracarense, o árbitro Luis Godinho deu por terminada a partida.

Vitória na Taça da Liga para a equipa da casa, que em simultâneo regista o terceiro triunfo consecutivo em finais e sempre frente ao FC do Porto: Na taça da Liga esta noite e em 2012, e na Taça de Portugal, em 2016, embora continue com registo negativo no total absoluto das 7 finais disputadas (3-4).

Imagens

26-Jan-2020 às 1:03, Francisco Bacelar

Escreva um comentário