Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



“Chega”, já está na Maia

“Chega”, já está na Maia

Partido de André Ventura já tem núcleos no distrito do Porto e promete concorrer às próximas autárquicas.

No passado dia 10, a Comissão Política Distrital do Porto do partido “Chega”, liderado nacionalmente por André Ventura e no distrito por José Lourenço, anunciou os coordenadores que iriam constituir os núcleos do partido nos concelhos de Amarante (Aristides Augusto Vasconcelos de Miranda); Lousada (Rui Paulo da Costa Freire); Maia (André Pedro de Almeida); Matosinhos (Israel Pontes Ramos Lopes Augusto); Penafiel (José Lito Braga Cancela); Porto (Sérgio Artur Faria Leal Fernandes de Carvalho); Póvoa de Varzim (Fernando I. G. V. de Arriscado e Amorim); Santo Tirso (Paulo Jorge Sampaio de Oliveira); Trofa (António Lourenço de Almeida Pinheiro) e Vila Nova de Gaia (Alcides do Couto Pereira).

Apenas quatro dias depois, foi constituída e tomou posse a Comissão Política do Núcleo Concelhio da Maia (CPN), que é presidida por André Pedro de Almeida, sendo vice-presidentes João Leitão e Dulce Joana Anacleto. Constituem ainda a equipa, Marcus Santos e Manuel Oliveira (adjuntos); Jorge Martins (tesoureiro); Patrícia Ascensão (Secretário) e José Bastos (suplente).

Ao Maiahoje, o presidente da CPN disse haver já 116 militantes inscritos, sendo que «este número cresce de dia para dia», acrescentando, a título de exemplo que «no concelho do Porto já ultrapassamos claramente o número de militantes do PSD», transmitiu.

Para André Almeida «o nosso partido é claramente um partido de Direita, mas com recusa expressa ao Racismo e à Xenofobia» e como tal abarca quem se revê nesta ideologia. A CPN da Maia é «constituída na totalidade por pessoas que nunca tiveram trabalho político, mas com ideias próprias e vontade de mudar o país».

A curto prazo o núcleo pretende «cativar mais militantes», mas também participar já nas próximas eleições autárquicas, com listas para a Câmara e Assembleia Municipal», sendo ainda «muito cedo para avaliar eventuais candidaturas às freguesias, o que não quer dizer que não venha a acontecer», disse o presidente.

Até ao final do ano o núcleo pensa já ter instalações próprias e pensa já no mega-jantar / comício que está em preparação para, em Setembro, receber o líder do partido, André Ventura e onde o Núcleo maiato pensa ter uma boa representação.

20-Jul-2020 às 19:36, Ana Sofia Silva

Escreva um comentário