Descubra mais sobre a Meteorologia na Maia

Tel: 22 406 21 26 | Email: geral@maiahoje.pt



LIGA: FC do Porto com goleada 6-1 ao Moreirense

LIGA: FC do Porto com goleada 6-1 ao Moreirense

Noite de consagração do campeão

Para noite de consagração, não podia ter sido melhor. O FC do Porto chegou pela primeira vez esta época à meia dúzia de golos, e para além da obtenção dos 3 pontos, reforçou com isso o melhor ataque e defesa da prova, dando mais uma evidência de justiça na classificação.


 FC do Porto entrou a todo o gás e aos 4 minutos já estava na frente do marcador, com golo de cabeça de Luis Diaz, correspondendo a centro de Alex Telles. Todavia com a vantagem, foi a vez do Moreirense partir à procura do empate, que logrou logo aos 20 minutos, por Fábio Abreu, a cruzamento de Conté, num lance quase a papel químico do golo inaugural, mas na baliza contrária. Seria este o resultado ao intervalo, malgrado algumas oportunidades, de pendor maior para os Dragões, mas com falhanços enormes, especialmente por Marega, ao minuto 45, sem contudo se poder afirmar que não fosse justo o empate, pela excelente réplica da equipa de Moreira de Cónegos.

Na segunda metade os homens de Sérgio Conceição, voltaram a surgir com vontade de regressarem à vantagem, e logo aos 50 minutos, foi Otávio a faturar, numa lance com vários remates defendidos, mas que à quarta tentativa entrou mesmo. Novamente na frente, assistiu-se à goleada, com golos de Alex Telles de grande penalidade, a castigar falta de Mateus Pasionato sobre Luis Diaz. Logo a seguir foi Marega com um golaço num livre de meia distância sem hipótese de defesa, ainda mais dois de Tiquinho Soares, que assim bisou na partida, e fechou a contagem nos seis golos.
No final, e numa cerimónia em que os jogadores são chamados um a um, para depois em conjunto receberem a Taça e festejarem, sentiu-se uma falta enorme: o público, o 12º jogador, que dá vida e alegria a este espetáculo, e que muita falta faz no desporto, mas por via da pandemia, continua sem poder aceder às bancadas.
Até quando?

21-Jul-2020 às 12:16, redacção

Escreva um comentário